"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Salmo da Asafita


Guarda-me, ó Deus, pois em Ti confio.
Livrai-me, Senhor de tropeçar, conforme a Tua Palavra,
E não permita, ó Santo, que a tua pequenina veja a corrupção;
Expulsai ó Pai com Tua mão forte e de poder os estranhos de minha possessão,
Pois eu sei, Senhor, que todo aquele que passa pelo deserto alcança a terra prometida.
E de mel se sacia, bem como se dessedenta com o leite que dela emana.
Uns confiam em carros, outros em cavalos, mas eu faço menção a Teu Nome,
Ó Todo-Poderoso de Israel! Envergonhados sejam todos os meus inimigos;
E faz-me colher com alegria o fruto da preciosa semente que agora semeio em lágrimas.
Que a minha descendência seja poderosa na Terra andando em Teus caminhos,
E que eu me alegre em Ti todos os dias de minha vida, até a consumação dos séculos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário