"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

domingo, 25 de dezembro de 2011

Eclesiologia


ECLESIOLOGIA – A DOUTRINA DA IGREJA

(FONTE: A BIBLIA DO EVANGELISTA – ESTUDOS ADICIONAIS)



A-    CONSIDERAÇÕES NEGATIVAS



1-     A IGREJA NÃO É O JUDAISMO CONTINUADO E AMPLIADO. EMBORA HAJA UMA CONTINUIDADE ENTRE OS REMIDOS. DE TODAS AS ERA A IGREJA É UM “NOVO HOMEM” (EF 2-15);

2-    A IGREJA NÃO É O REINO. O REINO É O DOMÍNIO DE DEUS SOBRE A TERRA; A IGREJA É A NOIVA DE CRISTO.



B-    O SIGNIFICADO E OS USOS DA PALAVRA



1-     LITERALMENTE, ASSEMBLÉIA OU GRUPO “CHAMADO PARA FORA”

2-    EM SEU USO, A PALAVRA IGREJA PODE SE REFERIR:

- À ASSEMBLÉIA DO POVO DE ISRAEL (AT 7-38)

- A UMA ASSEMBLÉIA DOS CIDADÃOS DE UMA CIDADE PAGÃ (AT 19-32, 39, 41)

- AO CORPO DE CRISTO (CL 1-18)

- A UMA IGREJA OU ASSEMBLÉIA LOCAL (I CO 1-2)



C-    O SIGNIFICADO DO CORPO DE CRISTO



É AQUELE ORGANISMO ESPIRITUAL DO QUAL CRISTO É O CABEÇA E QUE SE COMPÕE DE TODOS OS REGENERADOS DESDE PENTECOSTES ATÉ O ARREBATAMENTO.



D-    O SIGNICADO DE IGREJA EM SEU SENTIDO LOCAL



É UM GRUPO DE CRENTES PROFESSOS EM JESUS CRISTO, BATIZADOS EM NOME DE JESUS E ORGANIZADOS COM O PROPÓSITO DE FAZER A VONTADE DE DEUS.



A IGREJA LOCAL



A-    SUA ORGANIZAÇÃO (HB 13-7, 17)



1-     PRESBÍTEROS: SIGNICAODS E DISTINÇÕES - ENFATIZA O CARGO DE LÍDER NA IGREJA. BISPO ENFATIZA A FUNÇÃO COMO SUPERVISOR. PASTOR INDICA O DOM DE CUIDAR E ALIMENTAR O REBANHO (AT 20-28)

2-    NÚMERO: CADA CIDADE TINHA UMA PLURALIDADE DE PRESBÍTEROS (AT 14-23), MAS CADA IGREJA-CASA PODE TER TIDO APENAS UM (OU MAIS) – I TM 3-1;7

3-    DEVERES: CUIDAR OU SUPERVISIONAR (I TM 3-1), PRESIDIR (I TM 5-17), DEFENDER A SÃ DOUTRINA (TT I-9)

4-    QUALIFICAÇÕES (I TM 3-1;6, TT 1-7;9) E ORDENAÇÃO (I TM 4-14, TT 1-5)



2- DIÁCONOS: SIGINIFICADO – SERVO,  QUALIFICAÇÕES (ITM 3-8;10, 12-13)

1- DEVERES: AUXILIARES DOS PRESBÍTEROS (AT 6-1;6) E UM GRUPO OFICIALMENTE RECONHECIDO NA IGREJA (FP 1-1)



3- DIACONISAS: EXISTÊNCIA JUSTIFICADA COM BASE EM RM 16-1 E ITM 3-1;2.                                     

AS ORDENANÇAS DA IGREJA


SÃO RITOS EXTREMOS PRESCRITOS POR CRISTO PARA OBSERVÂNCIA POR SUA IGREJA. A PALAVRA SACRAMENTO ACRESCENTA A IDÉIA DA COMUNICAÇÃO DIRETA DE GRAÇA AO QUE PARTICIPA DA ORDENANÇA



1-     A CEIA DO SENHOR:


 
A-    A ORDEM (I CO 11-23;26)

B-    O SIGNIFICADO: É UM MEMORIAL.

C-    FREQUENCIA: PARA A IGREJA PRIMITIVA, PARECE TER SIDO SEMANALMENTE (AT 20-7)

 

O BATISMO



SIGNIFICA IDENTIFICAÇÃO OU ASSOCIAÇÃO COM UMA MENSAGEM E/OU GRUPO. A PRÁTICA PARA A IGREJA PRIMITIVA ERA A IMERSÃO. ESTA, RETRATA MELHOR O QUE O MINISTÉRIO BATIZADOR DO ESPIRITO REALIZA, DE ACORDO COM ROMANOS 6.



SEU GOVERNO: TIPOS



1-IGREJA NACIONAL: EX. IGREJA LUTERANA NOS PAÍSES ESCANDINAVOS;

2-    IGREJA HIERÁRQUICA: A CATÓLICA ROMANA;

3-    GOVERNO FEDERAL: SISTEMA PRESBITERIANO EM QUE A CONGREGAÇÃO INVESTE DE AUTORIDADE UMA JUNTA DE PRESBÍTEROS E, OCASIONALMENTE, DIÁCONOS;

4-    CONGREGACIONAL: COMO OS BATISTAS – A CONGREGAÇÃO DECIDE A MAIORIA DE SEUS ASSUNTOS.



SEU PROPÓSITO



A-    GLORIFICAR;

B-    EVANGELIZAR

C-    PRODUZIR CRENTES MADUROS E SANTOS

D-    CUIDAR DAS NECESSIDADES DE SEUS MEMBROS (ITM 5)



                                          A IGREJA UNIVERSAL               



1-     O FATO DE SUA EXISTÊNCIA (MT 16-18, CL 1-18, EF 3-10)

2-    SUA FUNDAÇÃO: CRISTO FOI SEU FUNDADOR, NO SENTIDO DE TER SIDO SEU MESTRE, CONSTRUTOR E ENVIADOR DO ESPÍRITO QUE DEU FORMA REAL AO CORPO DE CRISTO;

3-    PENTENCOSTES: FOI SEU COMEÇO, JÁ QUE O CORPO DE CRISTO É FORMADO ATRAVÉS DA ATIVIDADE BATIZADORA DO ESPÍRITO (I CO 12-13), E ESTA COMEÇOU NO DIA DE PENTENCOSTES (AT 1-5, 11-15)

4-    SEU FUNDAMENTO: CRISTO ( MT 16-18, I PE 2-4;8)

5-    SUA FIGURAS: O PASTOR E AS OVELHAS (JO 10); A VIDEIRA E OS RAMOS (JO 15); A PEDRA ANGULAR E AS PEDRAS DO EDIFÍCIO ( EF 2-19;21); O SUMO SACERDOTE E UM REINO DE SACERDOTES (I PE 2); A CABEÇA E O CORPO (I CO 12); O ÚLTIMO ADÃO E A NOVA CRIAÇÃO (RM 5); O NOIVO E A NOIVA, O MARIDO E A ESPOSA (EF 5, AP 19)




O FIM DA ÉPOCA DA IGREJA



O ARREBATAMENTO: (2TS 2; AP 3-10;11, I TS 1-10)

    




Nenhum comentário:

Postar um comentário